O FRUTO GIGANTE!



O coco-do-mar, que durante muitos anos os navegadores pensavam que crescia no fundo do mar, uma vez que só o encontravam a flutuar, é a maior semente do mundo e tem a forma de coxas humanas, com o respectivo púbis numa das faces. É produzida por uma palmeira, a Lodoicea maldivica, endémica da ilha de Praslin, nas Seychelles, embora haja alguns exemplares introduzidos noutras ilhas do arquipélago.



A planta desenvolve-se em zonas com solo bem drenado, em encostas expostas, embora o seu crescimento seja reduzido com a erosão. 




Na ilha de Praslin, existe uma floresta natural de coco-de-mar na Reserva da Natureza do Vallée de Mai, que foi inscrito pela UNESCO em 1984 na lista dos sítios que constituem Património MundialÉ uma árvore dióica, com um tronco fino para o seu tamanho: uma árvore-macho atinge 30 m de altura, enquanto que se encontram fêmeas com 24 m. As frondes são também enormes, podem atingir 10 m de comprimento por 3,5 a 4 m de largura e são marcescentes, ou seja, conservam-se presas ao tronco depois de secas.




 A inflorescência masculina pode atingir um metro de comprimento.A árvore-fêmea pode produzir uma grande quantidade de frutos, que exteriormente não são muito diferentes dum coco, com um epicarpo fibroso; a semente, o coco-do-mar, tem dois lobos e pode atingir 30 kg de peso.O fruto leva 6-7 anos a amadurecer e a germinação da semente leva 7-10 anos até aparecer a primeira folha. O tronco não se pode ver até a planta ter já 15 anos e atinge a maturidade com 20 a 40 anos. Por estas razões, pensa-se que uma planta saudável possa atingir uma idade de 200 a 400 anos.



0