20 de setembro de 2012

Viagem do Rock Pelo Mundo - Quarta Parada - Alemanha



O Rock na Alemanha surgiu em uma época delicada, depois do país ser derrotado nas duas Guerras Mundiais e precisar de ajuda para se reerguer. Os Estados Unidos enviou não apenas capital financeiro, mas também produtos culturais, como a música. 


Isso incentivou a juventude alemã a repensar e reconstruir sua concepção de nacionalismo ao mesmo tempo que se inseria no panorama musical mundial, em um processo que dura até hoje.


Em meados da década de 1960, a Alemanha já começava a produzir bandas de Rock que alçaram vôo rumo ao mercado internacional, como os Scorpions, uma das mais importantes do gênero no país. A partir deste pontapé inicial, muitas bandas ao longo das próximas décadas conquistaram um grande público interno e internacionalmente, criando uma identidade nacional através do Rock, para os jovens sedentos por esta necessidade, assim como o restante da população alemã e o Estado, que desejavam se desligar dos acontecimentos trágicos do governo Nazista através da apropriação de elementos externos dentro de seu território.


O Rock alemão desde o início de sua história se consolidou como mundial a partir do momento em que as bandas passaram a conquistar um sucesso significativo fora de seu país e levavam consigo a identidade nacional alemã por onde passava.


 Bandas de grande destaque como Silbermond, Kraftwerk, Rammstein, entre outras, hastearam a bandeira da Alemanha no topo da montanha da música, fazendo jus à qualidade e variedade do som produzido por lá.

Postar um comentário

Facebook