Tráfico de Pedras Preciosas


O tráfico de ouro e pedras preciosas é umas das principais fontes de receita para os grupos de crime organizado, conhecidos como senhores de guerra.

O preço do ouro no mercado mundial aumentou centenas de vezes nos últimos anos. O aumento gerou uma versão moderna da corrida ao ouro, atraindo pobres migrantes mineiros às minas clandestinas em pequenas cidades fronteiriças. Os depósitos mais ricos do mundo estão se esgotando rapidamente e novas descobertas estão se tornando cada vez mais raras.


As esmeraldas, ao contrário dos diamantes, não são classificadas como jóias que ajudam a financiar a compra ilegal de armas. No entanto, o comércio de esmeraldas tem sido associado ao tráfico ilegal de drogas e aos grupos paramilitares na Colômbia.

O contrabando de diamantes instiga a violência e a instabilidade nas regiões produtoras, como a América do Sul e África, fomentando trabalho infantil e o deslocamento das populações locais. Também reduz o capital que deveria ser revertido para as comunidades produtoras de diamantes, privando o governo de receitas fiscais necessárias para os serviços básicos.


As ricas minas de diamantes localizadas no Brasil estão sob uma reserva de uma das tribos indígenas do país. A mineração dessas terras é totalmente ilegal, mas o mercado negro existe desde o fim da década de 90, provocando um aumento da violência entre os mineiros e as tribos.


Os contrabandistas compram o ouro com dinheiro das drogas e camuflam o metal preciso por meio de objetos, como ferramentas, fivelas e outros artigos. Este ciclo de lavagem de dinheiro permite que traficantes de drogas fomentem mais seus negócios.


Em 2000, um sistema de rastreamento de esmeraldas foi introduzido mundialmente para identificar e certificar a origem da pedra. Esse procedimento gerou iniciativas de controle da pedra na Colômbia, ajudando assim o país no controle de sua lucrativa indústria de esmeralda.


A Certificação Kimberley, criado pelas Nações Unidas em 2003, destinou-se a certificar a origem dos diamantes brutos que estão no comercio aberto. Segurando assim aos compradores que essas pedras estão vindo de origem lícita.


Desde o surgimento do homem, por meio de sua ambição, há o tráfico de todos os tipos, onde o homem procura de todas as maneiras saciar suas vontades, passando por tudo e por todos, alistando até mesmo crianças, como soldados, seja na extração de minérios, assim como em outras guerras. Esperamos que com leis mais rigorosas, possa mudar este quadro. É muito triste, mas este é o Planeta Terra. 

0